Inicio » , , , , , , , » Aprenda como assentar tijolos a vista ou aparente - passo a passo!

Aprenda como assentar tijolos a vista ou aparente - passo a passo!


Como é feito o assentamento de tijolo a vista ou aparente?

Antes de iniciar o assentamento de tijolo numa parede, deve-se fazer o nivelamento da base, devendo para isso,obter o nível de trabalho. Depois de executar estas verificações, deve marcar a implantação da parede de acordo com o projeto fornecido. 


As marcações devem ser efetuadas sobre um pequeno revestimento de argamassa da mesma da que vai assentar os tijolos e executadas com o bico da colher e o auxílio de uma régua. 


Deve distribuir os tijolos na marcação de forma a que possa prever onde e com que medida terá que executar os cortes que eventualmente sejam necessários e a permitir um enquadramento estético aceitável. 

O assentamento começa-se por assentar um tijolo inteiro em cada extremo da parede, (caso esta não termine com cortes nos extremos) se isso acontecer assentam-se estes. Estas peças devem ser cuidadosamente aprumadas, alinhadas com as marcações e niveladas.



Em seguida fixa o fio de alinhamento e assenta todos os restantes tijolos que compõem a fiada, deixando sempre o espaço para a junta vertical (espaço entre cada tijolo), que deve ser obtida recorrendo a uma bitola de madeira de 1 centímetro de espessura. Depois preenche as juntas com argamassa da mesma da do assentamento. 


Em seguida, assenta os tijolos correspondestes ao inicio da 2ª fiada, em cada um dos extremos devidamente aprumados e nivelados e verificados os espaços entre os tijolos.

Deve esticar o fio de alinhamento, usando dois esticadores de fio, e proceder ao assentamento dos restantes tijolos e preenchimento das juntas.


Para o assentamento da terceira fiada, repete o processo usado para a primeira fiada. Tendo sempre em atenção as juntas verticais para que estas concordem em todas as fiadas alternadas. 


Para o assentamento da 4ª fiada, repete o assentamento da 2ª fiada. Á medida que vai executando o assentamento, vai limpando os tijolos com um pincel de cerdas de nylon e bastante água limpa, para que as argamassas do assentamento e os escorrimentos não venham a manchar os tijolos da parede.


Deve ir repetindo todo o processo tendo o cuidado de que as fiadas impares sejam iguais a todas as impares e as pares com todas as pares. Controlando sempre as espessuras das juntas quer verticais quer horizontais, usando a bitola de marcação. 


Deve ainda ir afundando as juntas com o bico da colher para mais tarde as poder tratar, com argamassa de areia fina ao mesmo traço do usado no assentamento.

Importante: Verifique sempre se as juntas verticais e horizontais (espaços entre os tijolos) estão coincidindo, ou seja, o espaço entre o tijolo da primeira fileira deve estar na reta do tijolo da terceira fileira e o da segunda fileira na reto da quarta fileira e assim por diante.

Atenção: A fiada 1 será igual a fiada 3, igual a fiada 5 e assim por diante nas fiadas ímpares e a fiada 2 será igual a 4, a 6 e assim por diante nas fiadas pares. 


Argamassa

O traço da argamassa não deve ser superior a 1. 5.
Para evitar escorrimentos que sujem a fachada, deve utilizar a argamassa com o mais baixo teor possível de água, que deve ser potável. Nunca deve utilizar águas salinizadas.

Aconselha-se o uso de cal hidráulica ou cal viva apagada, quando a relação em volume de cimento e areia for inferior a 1.4. deve proceder-se ao ensaio em obra, antes do início da aplicação da argamassa.

Quando se utilizam aditivos (plastificantes, indutores de ar, corantes, hidrófugos) deve executar-se um murete de prova, para conhecer a interação da argamassa aditivada com o tijolo face à vista.



0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Receba no seu e-mail!

Curta a página!