Inicio » , , » Como funciona uma Usina Hidrelétrica - Energia de Barragens!

Como funciona uma Usina Hidrelétrica - Energia de Barragens!


O princípio básico é usar a força de uma queda d'água para gerar energia elétrica. Essas usinas possuem enormes turbinas, parecidas com cata-ventos gigantes, que rodam impulsionadas pela pressão da água de um rio represado. Ao girar, as turbinas acionam geradores que produzirão energia.

Veja também: O que fazer em caso de choque elétrico.

Uma usina hidrelétrica compõe-se das seguintes partes:

  • barragem;
  • sistemas de captação e adução de água;
  • casa de força;
  • sistema de restituição de água ao leito natural do rio.
Como funciona

1- A água captada no lago formado pela barragem é conduzida até a casa de força através de canais, túneis e/ou condutos metálicos. Após passar pela turbina hidráulica, na casa de força, a água é restituída ao leito natural do rio, através do canal de fuga.

2- Dessa forma, a potência hidráulica é transformada em potência mecânica quando a água passa pela turbina, fazendo com que esta gire, e, no gerador - que também gira acoplado mecanicamente à turbina - a potência mecânica é transformada em potência elétrica.

3- A energia assim gerada é levada através de cabos ou barras condutoras dos terminais do gerador até o transformador elevador, onde tem sua tensão (voltagem) elevada para adequada condução, através de linhas de transmissão, até os centros de consumo.

4- Daí, através de transformadores abaixadores, a energia tem sua tensão levada a níveis adequados para utilização pelos consumidores. 

Veja  o vídeo abaixo com maiores explicações.



Vantagens
A maior vantagem das usinas hidrelétricas é a transformação limpa do recurso energético natural. Não há resíduos poluentes e há baixo custo da geração de energia, já que o principal insumo energético, a água do rio, está inserida à usina.

Além da geração de energia elétrica, o aproveitamento hidrelétrico proporciona outros usos tais como irrigação, navegação e amortecimentos de cheias.

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Receba no seu e-mail!

Curta a página!