Inicio » , , , , » História do Cristo Redentor - FOTOS da construção!

História do Cristo Redentor - FOTOS da construção!


A inauguração desse monumento de números fantásticos aconteceu em 12 de agosto de 1931. O Cristo Redentor tem 38 metros de altura, peso de 1145 toneladas e está localizado no topo do morro Corcovado, a 710 metros do nível do mar, no Parque Nacional da Tijuca.

A estátua de 38 metros de altura e mais de mil toneladas levou cinco anos para ser construída. Pode-se dizer que ela foi criada a seis mãos. O engenheiro Heitor da Silva Costa fez o primeiro projeto, o artista plástico Carlos Oswald se encarregou do desenho final e o escultor francês Paul Landowski modelou as peças que compõem a estátua.

Segundo o projeto original, o Cristo deveria segurar o globo terrestre em uma mão e uma cruz na outra. Mas a idéia de fazê-lo com os braços abertos caiu no gosto da população carioca e acabou prevalecendo. A construção de fato só teve início em 1926.

Passo-a-passo da construção do Cristo Redentor


1. A estátua foi feita na França pelo escultor francês Paul Landowski - pois acreditava-se, na época, que profissionais brasileiros não teriam experiência para executar a obra. Antes de a obra ser trabalhada em seu tamanho original, foram preparadas várias maquetes de gesso - como a que aparece na foto acima. À direita, a poetisa Margarida Lopes de Almeida, cujas mãos serviram de modelo para as do Cristo

2. A estátua veio da França para o Brasil em pedaços. Só a cabeça era composta por 50 peças e cada uma das mãos media 3,2 metros de comprimento. Para levar esses objetos gigantes ao alto do Corcovado, foi usado o trem que ligava o morro à parte baixa do Rio de Janeiro, ferrovia existente desde o final do século XIX

3. Gigantescos andaimes de madeira e ferro permitiam aos operários o acesso aos pontos mais altos da obra, enquanto as peças eram erguidas por um sistema de cabos e roldanas. As várias partes do Cristo eram ocas e foram encaixadas aos poucos na estrutura metálica montada para sustentar o peso da estátua

4. A primeira parte a ficar pronta foi a cabeça. O Cristo foi surgindo, portanto, de cima para baixo. Todas as peças da parte externa foram revestidas com pastilhas de pedra-sabão, material que, apesar de ser facilmente riscado, resiste bem ao tempo e às variações de temperatura.


Características do Cristo Redentor:

  • Localização – Cume do Morro do Corcovado, 710m acima do nível do mar
  • Visibilidade – 360º
  • Altura total do monumento – 38m
  • Altura da estátua – 30m
  • Altura do pedestal – 8m
  • Altura da cabeça – 3,75m
  • Comprimento da mão – 3,20m
  • Distância entre os extremos dos dedos – 28m
  • Peso da estátua – 1,145 toneladas
  • Peso da cabeça – 30 toneladas
  • Peso de cada mão – 8 toneladas
  • Peso de cada braço – 57 tonelada
  • Distância entre os extremos dos dedos – 30 m


Datas importantes na história do Cristo Redentor

  • Em 1932, o Cristo ganhou uma iluminação definitiva.
  • Em 1942, uma estrada de cimento foi construída para facilitar o acesso de automóvel ao Morro do Corcovado.
  • Em 1973, o conjunto paisagístico do monumento foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan).
  • Em 1980, o monumento recebeu a primeira reforma por conta da visita do Papa João Paulo II ao Brasil.
  • Em 2005, 17 integrantes do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural aprovaram, por unanimidade, o tombamento do Cristo Redentor.
  • Em sete de julho de 2007, o Cristo Redentor foi eleito como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo, com mais de 100 milhões de votos.

Fotos da construção do Cristo Redentor











Como é por dentro do Cristo Redentor.
Clique na imagem abaixo para ver melhor.


0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Receba no seu e-mail!

Curta a página!