O que é Aterramento Elétrico e como funciona?


ATERRAMENTO ELÉTRICO

O aterramento elétrico é um sistema de proteção essencial que visa evitar riscos de choque elétrico em edifícios, instalações industriais e residenciais. O objetivo do aterramento é criar uma rota segura para a eletricidade fluir em caso de falhas ou curtos-circuitos, mantendo as pessoas e as estruturas seguras.

O que é aterramento elétrico?

Aterramento elétrico é a conexão da instalação elétrica com o solo, por meio de um conjunto de condutores elétricos que garantem a segurança dos usuários da rede elétrica. O aterramento é uma medida de segurança obrigatória em instalações elétricas de baixa, média e alta tensão, conforme estabelecido pelas normas técnicas e regulamentos.

Ou seja, a rede elétrica é ligada até uma haste enterrada no solo e sempre que tiver um problema nessa rede, o excesso de eletricidade será dissipado para o chão, na rua.

Para que serve o aterramento elétrico?

1 - A finalidade ou função principal é proteger as pessoas contra choques elétricos: ao criar um caminho alternativo para a eletricidade fluir, o aterramento evita que as pessoas sejam eletrocutadas em caso de falhas na rede elétrica.

2 - Proteger os equipamentos elétricos: o aterramento evita danos aos equipamentos elétricos causados por descargas elétricas, sobretensões ou curtos-circuitos.

3 - Reduzir interferências eletromagnéticas pois ele ajuda a reduzir o ruído eletromagnético que pode afetar o funcionamento de equipamentos sensíveis.

Como funciona o aterramento elétrico?

Funciona criando um caminho de baixa resistência entre a instalação elétrica e a terra. Esse caminho é feito por meio de um conjunto de condutores elétricos que são conectados à rede elétrica e enterrados no solo.

Quando a rede elétrica está funcionando corretamente, a corrente elétrica flui pelos condutores e retorna ao ponto de origem (gerador ou transformador). Mas em caso de falhas ou curtos-circuitos, a corrente pode seguir pelo caminho de menor resistência, que é o aterramento.

Ao chegar ao solo, a corrente elétrica é dissipada e neutralizada, protegendo as pessoas e os equipamentos elétricos. Além disso, o aterramento ajuda a manter a tensão da rede elétrica estável e reduzir os riscos de surtos elétricos.

Quais são os componentes do sistema de aterramento?

Ele é composto por vários componentes que trabalham juntos para proteger as pessoas e os equipamentos contra choques elétricos e danos causados por descargas atmosféricas. Alguns dos componentes mais importantes do sistema de aterramento incluem:

1 - Haste ou barra de aterramento: é um condutor enterrado no solo, geralmente constituído por uma haste de cobre ou aço galvanizado, que serve para proporcionar uma ligação elétrica segura entre o equipamento elétrico e o solo.

Veja também: como identificar os fios da rede elétrica.

2 - Condutor de aterramento: é um fio ou cabo de cobre nu que conecta o eletrodo de aterramento ao equipamento elétrico. Ele é responsável por conduzir correntes de fuga para o solo.

3 - Anel de aterramento: é um conjunto de condutores de cobre enterrados em volta de um edifício ou equipamento para criar uma malha condutora que ajuda a distribuir as correntes de fuga pelo solo.

4 - Dispositivos de proteção contra surtos: são equipamentos que protegem o sistema elétrico contra picos de tensão causados por descargas atmosféricas, manobras na rede elétrica ou outras causas.

5 - Barramentos de aterramento: são trilhos ou barras de cobre conectados ao eletrodo de aterramento e usados para conectar vários equipamentos elétricos ao sistema de aterramento.

6 - Ponto neutro do transformador: é o ponto no qual o transformador está conectado ao eletrodo de aterramento. Ele é usado para garantir que a tensão da terra do sistema elétrico esteja próxima a zero.

7 - Placas de aterramento: são placas metálicas enterradas no solo em áreas onde o solo é muito resistivo e difícil de se obter uma boa ligação elétrica com o eletrodo de aterramento convencional.

Como saber se um equipamento está aterrado corretamente?

Em casas mais antigas, normalmente esse processo não é feito ou feito de forma errada, podendo escapar tensões e dando choques elétricos nos moradores. Portanto, faça o seguinte:

1 - Verifique a existência de um plugue de três pinos: equipamentos elétricos que requerem aterramento devem ter um plugue de três pinos, com um dos pinos sendo o pino de aterramento.

Tomadas com apenas 2 furos (tomadas mais antigas) não são aterradas, o que pode estar ocasionando o choque das pessoas que encostam nos equipamentos, como: máquina de lavar, geladeira, televisão, rádio, micro-ondas, fogão e outros.

2 - Use um medidor de continuidade: você pode usar um multímetro ou um medidor de continuidade para verificar se o pino de aterramento está conectado ao chassis do equipamento.

3 - Verifique a resistência de terra: você pode medir a resistência de terra usando um terrômetro ou um instrumento de medição similar. A resistência de terra deve estar dentro dos limites especificados pela norma aplicável.

4 - Verifique a existência de um sistema adequado: verifique se o equipamento está conectado a um sistema de  adequado, que deve incluir a haste metálica enterrada no solo.

5 - Observe o funcionamento do equipamento: um equipamento elétrico aterrado corretamente deve funcionar de forma segura e sem causar choques elétricos.

Veja também:

Então essas foram as dicas e esclarecimento das perguntas mais comuns sobre o aterramento elétrico. Agora você já sabe o que é, qual sua função como funciona, quais são seus componentes e como verificar se o sistema está funcionando corretamente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

110 Volts ou 220 Volts: saiba porque existe diferença de tensão em alguns estados.

TRAÇO DE CONCRETO: o que é e tabelas com quantidade de material!

Aprenda como tirar o esquadro de um terreno!

Como consertar porta de madeira lascada, passo-a-passo!