Inicio » , » VIGA FURADA - Saiba se pode, como furar e como calcular!

VIGA FURADA - Saiba se pode, como furar e como calcular!


Você provavelmente já viu fotos de vigas com furos e se perguntou se isso realmente pode ser feito. Será que a viga pode ser furada? Não dá problema na construção? Como será que é feito o furo em vigas? Como calcular para fazer o furo na viga corretamente?
Se você tem essas dúvidas, veio ao lugar certo para buscar o esclarecimento.

A ABNT NBR 6118:2014 diz o seguinte:

Item 21.3 - Furos e aberturas

Estruturas cujo projeto exige a presença de aberturas devem ser calculadas e detalhadas considerando as perturbações das tensões que se concentram em torno dessas aberturas, prevendo, além das armaduras para resistir as forças de tração já mencionados nesta Norma, também armaduras complementares dispostas no contorno e nos cantos das aberturas. Os limites para as dimensões de furos e aberturas constam na Seção 13. 

Item 13.2.5 - Furos e aberturas

Quando forem previstos furos e aberturas em elementos estruturais, seu efeito na resistência e na deformação deve ser verificado e não podem ser ultrapassados os limites previstos nesta Norma, obedecido o disposto em 21.3. 
De maneira geral os furos têm dimensões pequenas em relação ao elemento estrutural enquanto as aberturas não. Um conjunto de furos muito próximos deve ser tratado como uma abertura.

Item 13.2.5.1 - Furos que atravessam vigas na direção de sua largura


Em qualquer caso, a distância mínima de um furo à face mais próxima da viga deve ser no mínimo igual a 5 cm e duas vezes o cobrimento previsto para essa face. 
A seção remanescente nessa região, tendo sido descontada a área ocupada pelo furo, deve ser capaz de resistir aos esforços previstos no cálculo, além de permitir uma boa concretagem. 
Devem ser respeitadas, simultaneamente, para dispensa da verificação, as seguintes condições: 
a) furos em zona de tração e a uma distância da face do apoio de no mínimo 2 h, onde h é a altura da viga; 
b) dimensão do furo de no máximo 12 cm e h/3; 
c) distância entre faces de furos, em um mesmo tramo, de no mínimo 2 h; 
d) cobrimentos suficientes e não seccionamento das armaduras.

Vamos dizer que a obra já está com a estrutura pronta e se faz necessário a perfuração da viga. Veja como fazer corretamente no vídeo abaixo:




Agora, se você não sabe como fazer o cálculo correto para fazer os furos nas vigas da construção, recomendo que assista o passo-a-passo do vídeo abaixo, explicado por um engenheiro.


Veja abaixo algumas fotos curiosas de vigas furadas








0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial