Inicio » , » Tipos de Pisos e Revestimentos - Vantagens e Desvantagens!

Tipos de Pisos e Revestimentos - Vantagens e Desvantagens!


A grande variedade de pisos e revestimentos no mercado é tão grande que isso pode gerar uma grande dúvida na hora de escolher qual o tipo utilizar.
Então, veja logo abaixo, uma lista de alguns pisos e revestimentos, com as suas características, vantagens e desvantagens.

1- PISOS CERÂMICOS
Os pisos cerâmicos nunca caem de moda, são mais baratos e muito procurados pelo consumidor.
O revestimento cerâmico é composto por uma mistura de argila e outros minerais. Esse material passa pelo processo de prensagem ou de extrusão e é queimado a até 1.150 graus Cº. Após essa etapa, as placas são secas e podem receber esmalte, para colorir e decorar.
Vantagens:

  • Preços competitivos em relação a outros tipos; 
  • Utilizados em edifícios residenciais, comerciais e industriais; 
  • Imputrescíveis, incombustíveis e não corrosíveis; 
  • Utilizados em ambientes secos ou molhados;
  • Muito maior resistência ao manchamento; 
  • Adequados para áreas internas e externas; 
  • Excepcional durabilidade; 
  • Elevada resistência à água;
2- PEDRAS
As pedras remetem à natureza e são mais utilizadas nas áreas externas. Nos espaços espaços públicos costumam aparecer em ruas, calçadas e passeios. E nas residências em varandas, pátios, paredes, fachadas ou em espaços rústicos. Possuem grande resistência e enorme variedade de padrões. 
Vantagens:
  • Grande disponibilidade de cores e padrões estéticos; 
  • Ótimas resistências mecânicas, quanto ao risco e desgaste superficial; 
  • Um produto natural; 
  • Vários tipos de acabamentos superficiais (podendo ser antiderrapante ou não); 
  • Grande aceitação dos usuários.
3- PISOS EM MADEIRA
Assoalhos de tábuas corrida, parquetes e tacos são formas tradicionais de revestimento de pisos de edificações, em especial nas habitações, ampliada pelos carpetes de madeira, opção mais econômica que consorcia madeiras nobres de reflorestamento, com compensados.

Vantagens e Desvantagens:
  • Tecnologia tradicional (confiabilidade e domínio consolidado);
  • Sensibilidade à água - uso restrito a áreas secas;
  • Boa durabilidade quando protegido;
  • Extração de madeiras nativas impacta o meio ambiente e está sendo condenada;
  • Conforto tátil (“piso quente”);
  • Exigência de manutenção constante e de proteção para manter suas características;
  • Valorização mercadológica do empreendimento;
  • Combustível;
  • Valorização estética;
  • Deterioração biológica;
  • Rapidez de colocação (apenas para os carpetes de madeira).


4- PORCELANATO
O porcelanato é o material mais usado atualmente para revestimentos internos e externos de pisos e paredes dos mais diversos ambientes.
Porcelanato é uma placa de revestimento cerâmico compacta que tem como principal característica a baixa absorção de água. 


Além da baixíssima porosidade, as placas de porcelanato possuem alta resistência à abrasão, massa homogênea, uniformidade de coloração, e variedade de acabamentos fazendo com que seja um dos principais materiais de revestimento utilizados para os mais diversos ambientes.

Vantagens:

  • Diversidade de acabamentos, formatos, fabricantes e preços;
  • São materiais versáteis, que podem ser usados em banheiros, cozinhas, salas, quartos etc;
  • Apresenta absorção de água igual ou menor a 0.05%, alta resistente e durabilidade;
  • É um material fácil de limpar, os retificados possuem áreas reduzidas de rejunte, facilitando ainda mais a limpeza e manutenção;
  • Os porcelanatos têm menor espessura e são mais leves e fáceis de trabalhar do que as pedras naturais (mármore e granito);
  • São materiais uniformes, não têm as falhas naturais características das rochas;
  • Possui melhores características técnicas e estéticas do que as cerâmicas;
  • Dependendo do tipo de porcelanato escolhido, é resistente ao tempo e à umidade, podendo ser usados em áreas externas.
Desvantagens:
  • Se precisar repôr alguma peça, pode haver diferença na tonalidade de peças de lotes diferentes;
  • Cores claras e uniformes necessitam de limpeza diária, pois qualquer sujeira aparece com facilidade;
  • Porcelanatos instalados não podem receber polimento posterior (como mármores e granitos).

5- TACOS
Os tacos são bastante utilizados como piso, pois permitem uma variedade de desenhos exclusivos e do ponto de vista de estabilidade dimensional, se comporta muito bem. 
Os tacos são secos em estufas antes de serem cortados, o que lhes garantem maior qualidade e um grau de umidade.

Vantagens:
Material clássico cujas peças podem ser aplicadas com cola sobre o contrapiso;
Bem desempenado, com formas e desenhos diversos, conforme intenção de dispor o piso
Duração de mais de 50 anos, observados os cuidados devidos. 
São confortáveis. 


Desvantagem
Necessitam ser lixados após a colocação, para a aplicação do acabamento, como por exemplo o verniz.

6- CARPETE DE MADEIRA
São lâminas de madeira natural, com acabamento envernizado.
Os carpetes de madeira tem garantia de fabrica de 15 anos de vida útil. Sua montagem é muito rápida e sendo aplicado em área sem umidade, pode ser utilizado o carpete de madeira flutuante de 7 mm, que dispensa colagem no piso, sendo apenas ancorado nos rodapé. 


É desaconselhado ser instalado próximo a áreas molhadas tais como banheiros e cozinhas, assim como, em áreas de trafego intenso, apenas em residências.

No aspecto custo X benefício, o carpete de madeira é perfeitamente competitivo, pois o menor tempo de vida, é compensado pelo menor custo e fácil manutenção.

Vantagens
  • Material atual e de fácil manutenção, devido a qualidade do verniz que o reveste. 
  • Sua espessura não impõe restrições à sua especificação. 
Desvantagem:
Os assoalhos flutuantes devem ser colocados sobre uma camada resistente aos choques, para amenizar a transmissão de ondas sonoras.

7- PISO LAMINADO
É um piso semelhante ao carpete de madeira, mas com valor inferior. É utilizado apenas em ambientes internos, sua instalação é fácil e rápida, não precisa de acabamento e a limpeza pode ser feita com pano úmido. 


Seu custo médio é de R$ 50 por m². São instalados sobre mantas de polietileno, protegem da umidade e funcionam como isolante acústico e térmico.

O contato com a água ou o sol direto no piso pode deformar as peças. Além disso, alguns modelos podem se tornar escorregadios. Não é recomendado para animais de estimação.



8- PISO VINÍLICO
Piso com base de PVC e fibra de vidro, revestido com resina transparente, o que lhe confere resistência e durabilidade. Fabricado em variadas cores e padrões que se mantém com o uso, de consistência macia e agradável de se pisar por ser térmico. 
De instalação rápida e fácil, antialérgico, anti-mofo, os fabricantes lhe dão garantia de 5 anos e é aplicado com cola sobre piso.
Encontrados em placas, em rolos e é de fácil manutenção, só exige pano úmido.

Vantagens:
  • Facilmente encontrado;
  • Permitem desenhos originais, personalizados e efeitos visuais nos pisos. 
Desvantagem
As placas auto-adesivas não devem ser imersas em água para colocação e não podem ser aplicadas em pisos irregulares.
 
9- PISO DE CONCRETO
Pisos industriais de concreto são elementos estruturais que têm a finalidade de resistir e distribuir ao subleito esforços verticais provenientes dos carregamentos. 

É sobre eles que as atividades de movimentação de cargas e de equipamentos se realizam. Por isso, a correta execução é fundamental para garantir seu desempenho. Indicados para diversos usos - indústrias, armazéns, supermercados e etc.

10- PISO EPÓXI
A Pintura Epóxi é um revestimento de alta qualidade e espessura, normalmente variando de 180 a 300 microns conforme o número de aplicações e densidade da tinta utilizada. 

É de rápida aplicação e cura. Sua utilização proporciona alta resistência suportando fluxo intenso de maquinários e pessoas em Pisos Industriais, além de facilidades na limpeza e manutenção. 

A definição da especificação da Pintura Epóxi ocorre a partir do local da aplicação, atividades (tipo de uso), condições do piso industrial atual, entre outras características do ambiente.


 Vantagens
  • Resistência a variações de temperatura;
  • Resistência mecânica e abrasiva;
  • Qualidade no acabamento;
  • Facilidade para limpeza e manutenção.
11- PISOS ELEVADOS
São pisos que permitem a distribuição e a redistribuição de instalações após o término da construção; normalmente, o espaço é acessível.

Vantagens:
Maior facilidade de troca de placas danificadas;
Maior facilidade de alteração do leiaute do ambiente;
Permite embutimento de cabos elétricos, telefone, rede, sistema de aquecimento, etc;

Desvantagem:
Custo elevado.

12- CIMENTO QUEIMADO
Material de aplicação fácil e deve ser colocado em uma superfície lisa e nivelada. É ideal para quem quer uma obra rápida e pode ser usado em áreas internas e externas. Para ter uma durabilidade prolongada, é necessário aplicação de resina com base acrílica por cima da massa ainda úmida e tem a versatilidade na hora de decorar a casa. O custo é de R$ 15 por m².

Se não for bem aplicado, pode ocorrer fissuras, comprometendo a durabilidade do piso. Com o tempo, a tendência é que apareçam algumas manchas no piso.




0 comentários :

Anterior Proxima Página inicial

Receba no seu e-mail!

Curta a página!