Impermeabilização do Baldrame: Argamassa e Manta Asfáltica


impermeabilização viga baldrame fundação

Muitos pedreiros falam que é importante passar alguma coisa na viga Baldrame da Fundação para fazer a impermeabilização, mas será que isso é realmente necessário? Qual a importância de impermeabilizar o Baldrame e como fazer isso corretamente?

Se você também tem essas dúvidas, eu tenho uma ótima notícia... eu tenho todas essas respostas e eu te mostro nessa matéria. Então, acompanhe até o final e entenda de uma vez por todas.

O que é baldrame?

O baldrame é uma viga de concreto armado ou de alvenaria que serve como a base da fundação de uma construção. Ou seja, toda a estrutura que será levantada, como colunas, pilares e paredes serão apoiadas sobre ele.

Ele é construído abaixo do nível do solo e tem a função de distribuir o peso das paredes e pilares uniformemente sobre o solo, por isso é essencial para garantir a estabilidade e a resistência da estrutura, evitando o surgimento de problemas como fissuras, trincas e desníveis.

Sua construção geralmente envolve a preparação do terreno com a escavação das valas, a instalação de formas de madeira ou caixaria ao longo dessas valas, a colocação de armaduras feitas com barras de aço e a concretagem.

Como a umidade sobe no baldrame?

Como esse tipo de viga é uma estrutura que fica enterrada no solo, a água presente no terreno pode infiltrar-se e subir pela fundação por capilaridade. É como se a água subisse pelos poros do concreto ou pequenos espaços presentes, como uma esponja que suga aos poucos a umidade.

Por exemplo, se você colocar uma ponta de um papel em um copo com água, você vai ver a água subir e se espalhar pelo papel. Isso acontece porque o papel é poroso e tem pequenos espaços que a água consegue preencher. Da mesma forma acontece no baldrame.

Então, assim que a umidade do terreno consegue se infiltrar na fundação enterrada ela continua subindo e se espalhando pelo contrapiso e pelas paredes. O resultado disso é o surgimento de mofo, paredes com tinta descascada, reboco soltando, tijolos e revestimentos molhados, etc.

Por que é importante impermeabilizar o baldrame?

A impermeabilização adequada do baldrame é de extrema importância para proteger a fundação e toda a estrutura que vem acima contra os danos causados pela umidade provenientes do solo. 

Como falado anteriormente, a umidade excessiva se espalhando pelo local pode facilitar o surgimento de mofo ou bolor pelas paredes, estragar e soltar a pintura, danificar papel de parede, estourar o reboco, molhar os móveis que estão fixados nessas paredes e muitos outros problemas.


Sem contar que pode comprometer a resistência do concreto e a integridade das armaduras metálicas presentes na viga baldrame. Portanto, ao evitar a exposição constante à umidade, é possível prevenir a deterioração precoce do concreto e das armaduras, prolongando a vida útil da fundação e da construção como um todo, evitando gastos desnecessários com a manutenção.

Como impermeabilizar o baldrame?

Vou te mostrar o passo a passo de 2 formas diferentes de fazer isso: uma dos o uso de argamassa e outra com a aplicação da manta asfáltica líquida.

1 - Impermeabilização com argamassa impermeável

Consiste na aplicação de uma camada de argamassa com aditivos impermeabilizantes sobre a superfície do baldrame, formando uma barreira física que impede a penetração de água.

Impermeabilização com argamassa impermeável

  • Retire as madeiras da caixaria e espere a cura do concreto da concretagem finalizar por completo. Isso demora cerca de 7 dias.
  • Limpe toda a estrutura, retirando qualquer sujeira que esteja grudada ou encostada no local.
  • Prepare a argamassa impermeabilizante conforme indica o fabricante. Ela é uma mistura de cimento, areia e aditivos que precisam ser misturados com água nas proporções corretas.
  • Após a argamassa pronta, aplique uma camada espessa por todo o Baldrame da fundação utilizando uma colher de pedreiro e desempenadeira ou trincha para regularizar corretamente.
  • Por fim, siga as instruções do fabricante para realizar o tempo correto de cura ou secagem do produto aplicado.

2 - Impermeabilização com manta asfáltica

Essa é uma técnica muito utilizada por ser fácil e rápida de fazer. Consiste na aplicação de uma manta asfáltica líquida por toda a viga baldrame com o auxílio de um pincel, trincha , brocha ou rolo de pintura.

Impermeabilização com manta asfáltica

  • Antes de tudo você precisa remover as tábuas da fôrma de concretagem. Faça isso e espere a cura do concreto por completo que leva aproximadamente 7 dias.
  • Depois dos 7 dias se passarem, faça uma limpeza de toda a fundação para remover as sujeiras grudadas e melhorar a aplicação do produto. Você pode fazer isso com uma vassoura.
  • Compre a manta asfáltica já pronta em uma loja de materiais de construção e tenha em mãos alguma ferramenta para fazer a aplicação, como: pincel, rolo de pintura, etc.
  • Abra a lata do produto e aplique por toda a viga baldrame como se estivesse pintando uma parede. A manta asfáltica é um material líquido e deve ser bem espalhada para impermeabilizar bem a fundação.
  • Espalhe bem pela parte de cima da viga e por pelo 10 centímetros da lateral ou o máximo que você conseguir. Dessa forma, evita que a umidade do solo suba pela fundação e passe para o resto da construção.
  • Aplique 2 demãos, fazendo com que a manta asfáltica penetre bem pelos poros do concreto. Uma demão no começo do dia e após aproximadamente 4 horas, passe outra demão.
  • Importante: não aplique no local onde será feito o pilar ou coluna, pois ele impedirá a aderência correta do concreto.
Após feita a impermeabilização correta da viga baldrame da fundação, você pode dar continuidade à obra, levantando as paredes, fazendo os pilares e assim por diante, pois a estrutura está protegida contra a umidade que sobre do solo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAÇO DE CONCRETO: o que é e tabelas com quantidade de material!

Aprenda como tirar o esquadro de um terreno!

Aprenda como passar VENENO no mato com bomba - Roundup!

Medidas dos Canos de PVC: saiba a Bitola dos Tubos!